Actividades Realizadas no C.G.A.L

1- ACTIVIDADES REALIZADAS NO C.G.A.L DE JANEIRO A FEVEREIRO DE 2017

No âmbito do Programa Anual do C.G.A.L, realizaram-se as seguintes actividades:

1.1  – JANEIRO

DIA 14
Aos catorze dias do mês de Janeiro de dois mil e dezassete, sábado, realizou-se o primeiro Acto Consular Itinerante nestas instalações, com o intuito de auxiliar os cidadãos na diáspora a actualizarem os seus documentos de identificação, o que facilitará regularizar a sua situação documental de legalização em território português.

A actividade teve início as 9:00 horas da manhã e terminou sensivelmente as 20:00, sendo coordenada pelo Vice-Cônsul Mário Silva, coadjuvado pelos Vices-Cônsules Sr.´s André Lopes e Natália Jamba e Constância Van-Dúnem.

Foram distribuídas 420 senhas para os utentes, ao qual se registaram 653 actos consulares, nomeadamente: emissão e reemissão de cartão de inscrição consular e passaportes, recenseamento e registo militar, transcrição e registo de nascimento e requisição de documentos de identificação ao Arquivo Geral.

1.2  – FEVEREIRO

DIA 3

Realizou-se no dia três de Fevereiro de dois mil e dezassete, sexta-feira, as 15 horas e trinta minutos o primeiro encontro de auscultação com os representantes do Movimento Associativo e Organizações Eclesiásticas, no Consulado Geral de Angola em Lisboa.

A reunião foi presidida pelo Exmo. Sr. Cônsul-Geral, Narciso do Espírito Santo Jr., onde esteve ladeado na mesa do presídio com os Srs. Vice-Cônsules André Lopes do Sector do Registo Civil, Mário Silva do Sector das Comunidades e Constância Van-Dúnem do Sector do Notariado. Participando nesta reunião 60 membros associativos e os seus respectivos líderes.

O Vice-Cônsul Mário Silva, do Sector das Comunidades, realçou que, o Consulado Geral de Angola também tem dado apoio de cariz social aos cidadãos mais desfavorecidos tais como: assumir funerais e resolver casos jurídicos por intermédio de um escritório de Advogados da alçada da Chancelaria Consular de Lisboa. Ao longo da reunião, houve ainda oportunidade para que o Sr. Vladir Cônego, Presidente da Associação Cívica Angolana pudesse contribuir com o tema “A Importância do Registo Eleitoral”.

De sublinhar que, entre muitas intervenções, duas não passaram despercebidas por terem contrastado com as demais. Referimo-nos do cantor Matias Damásio e do Presidente da Associação Estrelas da Lusofonia (A.E.L), Sr. Lucas Pedro.

Como recomendações, o Exmo. Sr. Cônsul-Geral, exortou a importância das comunidades terem um comportamento digno e bastante disciplinar no país acolhedor.

DIA 26

Aos vinte e seis dias do mês de Fevereiro de dois mil e dezassete, domingo, O Consulado Geral de Angola em Lisboa, participou no primeiro acto ecuménico, na Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo – Tocoístas, em Odivelas, distrito de Lisboa.

Esta actividade foi organizada em comemoração ao nonagésimo nono (99.º) aniversário do Profeta Simão Gonçalves Toco, com a presença do Bispo Dom Afonso Nunes, representante máximo desta entidade cristã.

Estiveram presentes altas entidades das Missões Diplomáticas e Consulares, nomeadamente, a Ministra Conselheira, Sra. Dra. Isabel Godinho, em representação do Sr. Embaixador de Angola, Sr. Prof. Doutor, José Marcos Barrica, Excelentíssimo Sr. Cônsul-Geral, Dr. Narciso do Espírito Santo Júnior, o Sr. Dr. Luandino de Carvalho, Adido da Cultura, Sr. Vice-Cônsul Mário Silva, do Sector das Comunidades, Sr. Dr. Garrido entre outros funcionários distintos, nomeadamente os Sr.´s Moisés Coelho e Sérgio Miranda.

A mensagem principal do culto proferido pelo Bispo Dom. Afonso Nunes foi a de prosperidade num reino pacífico.

O Sr. Cônsul-Geral, Dr. Narciso do Espírito Santo Júnior, referiu que tudo fará o que estiver ao seu alcanço para estreitar cada vez mais os laços com as Igrejas da Comunidade.