Reunião Direcção da Associação de Estudantes Angolanos

 

Reunião com a Direcção da Associação de Estudantes Angolanos em Portugal  9 Junho de 2017

 

Aos nove dias do mês de Junho do ano de dois mil e dezassete, reuniu nas Instalações do Consulado Geral de Angola em Lisboa, sito na Rua Fradesso da Silveira, Edifício Alcântara Rio – Bloco E, 1300-260 Lisboa, pelas Dezasseis horas e vinte minutos, o Exmo. Sr. Dr. Narciso do Espírito Santo Júnior, Cônsul Geral de Angola em Lisboa, ladeado dos Senhores Mário Silva, Vice-Cônsul do Sector das Comunidades e Maria Andrina Rescova, Responsável do Sector do Estudantes Bolseiros da Embaixada da República de Angola, respectivamente, tendo um ponto na ordem de trabalhos, de acordo com o convite efectuado no dia 5 de Junho do corrente ano.

 

Estiveram presentes 8 membros da Direcção da A.E.A.P que serão citados: Sra. Tatiana Furtado, Presidente, Srs. Luís Vitorino, Elizabeth Salvador e Pedro Sivi, como Vices-Presidentes, Sr. Eliseu Vunge, Presidente do Concelho Fiscal, Sra. Jacinta Comboio, Tesoureira e a Sra. Jucelma Baptista, membro efectivo. O Sr. David Jerónimo, Presidente da Federação das Associações Angolanas em Portugal (F.A.A.P), o Sr. David Goubel, Presidente do Fórum da Juventude Angolana em Portugal e os demais associados, estiveram presentes no encontro como convidados, conforme o documento anexo.

 

O Cônsul Geral, deu início da abertura da reunião, começando mais uma vez por agradecer a disponibilidade e a presença de todos, fazendo menção aos presentes que foram chamados pela segunda vez, para comunicar e declarar sem efeito a Comissão que havia criado, estando constituída por cinco elementos: Sr. Mário Silva, como Coordenador, David Jerónimo, Eliseu Vunge, Juselma Baptista e Emerene Simão.
Sua Excelência. Sr. Cônsul Geral, informou que tomou esta decisão, uma vez que os membros da Direcção da Associação de Estudantes Angolanos não honraram o compromisso em aguardar as instruções / orientações / aconselhamento da Comissão ora criada, tomando por sua iniciativa agendar e realizar compromissos com entidades externas sem o prévio conhecimento da Comissão.

 

Nestes termos, o Chefe da Missão Consular entregou esta responsabilidade aos próprios Membros da Direcção de modo a que possam chegar a um consenso com o acompanhamento do Sr. David Jerónimo, Presidente da Federação das Associações Angolanas em Portugal. Realçando que, quando ultrapassarem os litígios, poderiam entrar em contacto com o Consulado Geral de Angola em Lisboa e informar qual a resolução por eles tomada. Enquanto isto não suceder, a Associação dos Estudantes Angolanos em Portugal não contará com o apoio deste Consulado.

 

Apesar de ter tomado a posição já anteriormente citada, Sua Excelência Sr. Cônsul-Geral, pela última vez voltou a auscultar os presentes e metade dos participantes são da anuência da decisão do Exmo. Sr. Consul-Geral, Dr. Narciso do Espírito Santo Júnior, os outros 50 %, entendem que se deveria extinguir o conflito entre as duas Direcções e convocar novas eleições.