Informações

Author Archives: admin

Actos Consulares 02 e 03 Outubro Leiria

COMUNICADO

No âmbito das suas atribuições o Consulado Geral de Angola realizará Actos Consulares massivos dirigidos à comunidade angolana residente no Distrito de Leiria.

Dias 02 e 03 de Outubro de 2021
Rua Tenente Valadim, N.º 41
2410 – 190 Leiria
(Junto à Igreja de Santo Agostinho e Delegação de Leiria da Cruz Vermelha Portuguesa)
HORÁRIO
Sábado: 9h30-16h30

Domingo: 9h30-12h30
 

Apela-se a participação de toda a Comunidade, devendo para o efeito munir-se dos seguintes documentos para:

  • Inscrição Consular: B.I, Certidão de Nascimento, Passaporte, Cédula Pessoal e Termo de Responsabilidade para menores, 1 fotografia tipo passe, colorida, sem óculos escuros, fundo branco, comprovativo de morada (atestado de residência da Junta de Freguesia) e declaração dos serviços ou da escola para estudantes.
  • 2ºvia Inscrição Consular:Certificado de Inscrição consular caducado, no caso de alteração de morada-atestado de residência e 1 fotografia; Para alteração de profissão declaração dos serviços, e para estudantes declaração da escola.
  • Carta de Condução para autenticidade da carta angolana: Requerimento dirigido ao Director Nacional de Viação e Trânsito, fotocópia da carta de condução legível, fotocópia de um documento de identificação pessoal (Bilhete de Identidade ou Passaporte), Certificado de Inscrição Consular válido.
  • Carta de Condução para pedido de Declaração para a DGV (Direcção Nacional de Viação e Trânsito): Original da Declaração de Autenticidade vinda de Angola, fotocópia da carta de condução legível, fotocópia de um documento de identificação pessoal (Bilhete de Identidade ou Passaporte), Certificado de Inscrição Consular válido.
  • Registo de Nascimento por Transcrição: Assento de Nascimento emitido a menos de 6 meses, Passaporte e Bilhete de Identidade dos pais.
  • Procurações e Substabelecimentos: Bilhete de Identidade, Passaporte e certificado de Inscrição Consular do mandante; Identificação completa do procurador – cópia legível do Bilhete de Identidade do Procurador
  • Recolha de dados para emissão / reemissão de Bilhete de Identidade
  • Registo Criminal: 1 Cópia a cores do Certificado de Inscrição Consular Válido, 1 Cópia a cores B.I (Facultativo), 1 Cópia a cores do Assento de Nascimento (Facultativo), 1 Cópia a cores da Página 1, 2 e 32 do Passaporte (Validade mínima de 6 meses).
  • Pedido de emissão Passaporte:B.I. válido e Certidão de Nascimento, Passaporte, Cédula Pessoal (apenas até aos 5 anos) e Termo de Responsabilidade para menores, Inscrição Consular com validade de seis meses, comprovativo de profissão, declaração da escola para estudantes e 3 fotografias coloridas tipo passe, actuais, originais, em fundo branco e sem óculos escuros (salvo por recomendação médica); (sem brincos, tranças e nem crista para sexo masculino)
  • Pedido de reemissão de Passaporte por caducidade: B.I válido e Certidão de Nascimento, Passaporte, Cédula Pessoal (apenas até aos 5 anos) e termo de responsabilidade para menores, Inscrição Consular com validade de seis meses, 3 fotografias coloridas tipo passe, actuais, originais, em fundo branco e sem óculos escuros (salvo por recomendação médica); (sem brincos, tranças e nem crista para sexo masculino); Comprovativo de profissão, declaração da escola para estudantes e cópia de todas as páginas do passaporte caducado.
  • Pedido de reemissão de Passaporte por extravio /furto: B.I e Certidão de Nascimento, Cédula Pessoal (apenas até aos 5 anos) e Termo de Responsabilidade para menores, Inscrição Consular com validade de seis meses, 3 fotografias coloridas tipo passe, actuais, originais, em fundo branco e sem óculos escuros (salvo por recomendação médica); (sem brincos, tranças e crista), comprovativo de profissão, declaração da escola para estudantes e declaração da polícia. 
  • Declarações SEF / Declarações Diversas: Fotocópia do Certificado Inscrição Consular válida; Fotocópia de um dos seguintes documentos: Passaporte Nacional, Bilhete de Identidade / Assento de Nascimento.
  • Recenseamento / Registo Militar: Fotocópia das páginas 1, 2 e 32 do Passaporte, cópias do B.I, comprovativo de morada, Inscrição Consular (válido), Assento de Nascimento, Certificado de Habilitações Literárias e / ou Profissionais, 2 Fotografias actualizadas tipo-passe.
  • Prova de Vida: Original e Fotocópia de um documento angolano (Passaporte Nacional ou Bilhete de Identidade) + Cartão de Pensionista ou Segurança Social; Fotocópia do Certificado de Inscrição Consular válida para os utentes residentes em Portugal; Os cidadãos devem apresentar original e fotocópia do Cartão ou de um documento comprovativo de ser Pensionista em Angola. Em caso de prova de vida por sobrevivência é obrigatória apresentação do boletim de óbito e fotocópia do comprovativo de identificação do falecido.

N.B: Os documentos pessoais e outros devem ser fotocopiados.

Para mais informações é favor consultar o nosso site em

www.consuladogeral-angola.pt

Contacto Telefónico: 21 360 20 60

VER COMUNICADO

Encerramento dia 17 Setembro 2021

COMUNICADO

O Consulado Geral da República de Angola em Lisboa comunica aos seus estimados utentes, que estará encerrado na sexta-feira, 17 de Setembro, por ocasião do Feriado Nacional em Angola – Dia do Herói Nacional.

Excepcionalmente, quinta-feira 16 de Setembro, atenderemos ao público das 09h30 às 14h00.

Consulado Geral da República de Angola em Lisboa, 13 de Setembro de 2021.

LER COMUNICADO

Alteração Horário

COMUNICADO

O Consulado Geral da República de Angola em Lisboa comunica aos seus estimados utentes que a partir do dia 13 de Setembro de 2021, as portas deste Consulado Geral estarão abertas ao público para atendimento, com agendamento prévio, às Segundas, Terças, Quartas e Sextas-feiras, das 09h30 às 14h00.

As Quintas-Feiras, o Consulado estará encerrado ao público.

Consulado Geral da República de Angola em Lisboa, aos 07 de Setembro de 2021.

VER COMUNICADO

Angola e Portugal Estreitam Laços No Setor Comunitário

O Cônsul Geral de Angola em Lisboa, Embaixador Narciso do Espírito Santo foi convidado pelo Presidente da Câmara Municipal de Entroncamento Dr. Jorge Faria e estiveram acompanhados pelo Vice-Cônsul para a Comunidade Carlos Alberto Santos e pela Vice-presidente da CME Ilda Joaquim que atende os pelouros da Educação, Cultura e Ação Social, para uma visita de cortesia àquela circunscrição do distrito de Santarém.

A situação dos migrantes angolanos naquela jurisdição foi o ponto fundamental do encontro mantido entre as partes, tendo garantido uma conclusão de consenso que é a necessidade da manutenção destas iniciativas como garantia do apoio institucional à comunidade instalada na região.

A visita serviu, igualmente, para que o Embaixador Narciso do Espírito Santo participasse de uma iniciativa local designada “políticos de palmo e meio”, conduzido por estudantes do quarto ano do primeiro ciclo de base, onde se inserem em número considerável os nossos “candengues” de origem angolana.

A visita estendeu-se a história da ferrovia no Entroncamento, no Museu Ferroviário, um dos “ex-líbris” do Conselho, e culminou com um almoço de confraternização entre as duas delegações, cimentando as bases de um relacionamento que poderá trazer inúmeros benefícios aos angolanos residentes no Conselho.

De recordar que este convite ocorreu, dias depois da exitosa atividade itinerante do Consulado Geral de Angola em Lisboa no Conselho de Entroncamento e que permitiu a cerca de duas centenas de angolanos regularizassem os seus documentos sem perturbação das suas atividades correntes.

Entroncamento Recebe Missão Itinerante do Consulado Geral de Angola em Lisboa

Depois de Almada em Maio passado, a Missão Itinerante do Consulado Geral de Angola em Lisboa, prosseguiu este último fim-de-semana de junho a sua política de proximidade ao utente, levando os serviços consulares ao Entroncamento, minimizando esforços, custos em transportes e até sobre a dificuldade que muitos ainda têm de aceder a plataforma online do consulado geral de Angola em Lisboa.

A hora marcada para o início dos serviços, 9 horas da manhã, era já notável pelo alinhamento de cidadãos preocupados com a sua situação documental, visando também melhorar a sua condição de legalização em Portugal e não só.

Os actos consulares itinerantes compreendem a Inscrição Consular, Emissão e Renovação de Passaportes, Registo Criminal, Registo de Nascimento por Transcrição, agendamento para o Bilhete de Identidade, Declaração DGV e Documentos para Despacho. Representam a vontade do Embaixador Narciso do Espírito Santo de encurtar distâncias entre o Consulado Geral e a comunidade, prevendo-se a continuidade dessa extensão de serviços para outras regiões mais remotas como Castelo Branco que se aponta como próximo destino provável da itinerância consular.

Na zona do Entroncamento foram realizados pouco mais de duzentos e quarenta e cinco actos consulares nos diferentes serviços já referidos, considerado por toda equipa de trabalho no terreno como extremamente positivo. De referir também que esta oportunidade foi aproveitada por residentes nas localidades próximas como Barreiro e Setúbal e até da grande Lisboa. O Consulado Geral de Angola em Lisboa congratula-se com a excelência das condições disponibilizadas pela Câmara Municipal em pessoal de apoio e instalações pelo que a equipa consular no terreno em nome do Cônsul Geral Narciso do Espírito Santo, agradeceu e reconheceu o gesto como um sinal da Excelente cooperação institucional e de amizade. O Consulado agradece também a forma ordeira como de um modo geral decorreram os trabalhos fruto do bom sentido de cidadania demostrado por todos os presentes.

COMUNICADO PENSIONISTAS ANGOLANOS RESIDENTES

O Consulado Geral de Angola em Lisboa comunica a todos os pensionistas angolanos residentes nesta área de jurisdição, que devem contactar este Posto Consular, com a maior brevidade possível, para actualização dos seus dados biométricos e bancários (IBAN).

Consulado Geral da República de Angola em Lisboa, aos 28 de Maio de 2021

VER DOCUMENTO

ENVIAR FORMULÁRIO PREENCHIDO PARA: notariadopv@consuladogeral-angola.pt

VER FORMULÁRIO

Medidas Covid19 – Angola

VER DOCUMENTO

Consulado Geral de Angola em Lisboa abre as portas à quarta-feira.

O Consulado Geral de Angola em Lisboa acompanha a tendência de alívio nas normas de restrições impostas pelas autoridades portuguesas e disponibiliza mais um dia de atendimento nos seus esforços de servir a comunidade e utentes. Esse dia é a quarta-feira e os serviços apesar de limitados no número e nos cuidados de higiene e segurança, estão inteiramente garantidos, dentro do horário normal de expediente, isto é, das 09H30 às 13H00, devendo para o efeito os utentes efectuarem o agendamento dos actos pretendidos.

Seja cuidadoso faça o sei agendamento e proteja-se para o bem de toda a comunidade.

Antes de se deslocar as instalações do Consulado Geral de Angola em Lisboa, procure orientação por telefone (913 229 398) ou por e-mail (atendimento@consuladogeral-angola.pt).

Estamos para o servir.

Novo Horário

O Consulado Geral da República de Angola em Lisboa comunica aos seus estimados utentes que a partir de hoje, 19 de Abril de 2021, as portas deste Consulado Geral estarão abertas ao público para atendimento, com agendamento prévio, às Segundas, Quartas e Sextas-feiras, das 09h30 às 13h00.

Consulado Geral da República de Angola em Lisboa, 19 de Abril de 2021.

LER COMUNICADO

SOLIDARIEDADE CHEGA À CIDADE DO PORTO

Confirmando a promessa feita em atos similares em Lisboa, o Excelentíssimo Cônsul Geral de Angola em Lisboa, Embaixador Narciso do Espirito Santo Júnior deslocou-se à cidade do Porto, onde junto da Cônsul Isabel Godinho, procedeu à entrega de um conjunto de peças de vestuário diverso, material didático, brinquedos e calçado, fornecidos por um grupo de doadores angolanos e portugueses, que apesar de preferirem manter-se no anonimato, não estão indiferentes as necessidades porque muitos dos elementos da nossa comunidade está a passar nesses tempos de pandemia.

Em acto realizado nas instalações do Consulado Geral de Angola na cidade do Porto, Narciso do Espírito Santo Júnior, exortou aos membros da comunidade angolana ali residente, para que se aproximem dos movimentos associativos e eclesiásticos, parceiros naturais do consulado, para que esta acção de solidariedade, atinja os seus objetivos fundamentais, que é chegar lá onde há de facto compatriota na condição de vulnerável. O Cônsul Geral Narciso do Espírito Santo Júnior, garantiu que apesar do momento e dos mais variados condicionalismos, as autoridades angolanas tudo farão para com os meios que estiverem ao seu alcance, levar um pequeno conforto aos angolanos mais afetados.

CONSULADO GERAL DA REPÚBLICA DE ANGOLA NO PORTO

EnglishFrançaisDeutschPortuguês